Mau Halito – Causas e sintomas e tratamentos

mau halito

Se você realmente deseja saber a causa de seu mau halito, marque uma consulta com o dentista. Com uma avaliação de seu histórico médico e dentário e um exame bucal criterioso, seu dentista poderá identificar os responsáveis pelo mau halito.

As causas variam e entre elas podem estar certos alimentos, a ingestão de bebidas alcoólicas, o fumo, a má higiene bucal, doenças periodontais, o diabetes, a sensação de boca seca, infecções dos seios (maxilares/paranasais), da garganta e do pulmão, e também o abscesso pulmonar, insuficiência renal ou hepática, problemas gastrointestinais e um regime alimentar severo.

Após a consulta de avaliação, no qual foram abordadas todas as possibilidades para as mais de 60 causas responsáveis pelo mau halito é a hora de elaborar o plano de tratamento. Sendo assim, o tratamento do mau halito é individualizado e personalizado de acordo com o tratamento das ocorrências das causas investigadas e detectadas em cada paciente.

mau halito1

É importante fazer uma higiene bucal completa, em casa, três vezes por dia, escovando os dentes com um creme dental antibacteriano com flúor, usar o fio dental para remover restos alimentares e a placa bacteriana dos dentes e próteses, escovar a língua para eliminar as bactérias causadoras do mau hálito e finalizar com o uso de um antisséptico bucal com flúor.

Um estudo publicado mostra que a escovação dos dentes e da língua, combinada com o uso do fio dental, diminui significativamente o sangramento do tecido gengival em um período de duas semanas, além de reduzir também o mau halito.

Outro estudo clínico realizado pelos pesquisadores da área odontológica da Universidade de Buffalo confirmou que a escovação dos dentes e da língua, três vezes ao dia, com um creme dental antibacteriano com flúor, combinada com o uso do fio dental, pode eliminar o mau halito.

A limpeza da língua é muito importante. Você pode comprar uma escova dental com limpador de língua para manter a higiene bucal.

Depois de escovar os dentes com um creme dental antibacteriano com flúor, vire a escova e coloque o limpador de língua, localizado no dorso da cabeça da escova, na parte posterior da língua, puxando-o para a frente.

Depois de raspar uma porção da língua, enxágue a boca com água para remover as bactérias causadoras do mau halito. Em seguida, repita a operação na porção adjacente da língua.

Antes de escolher os produtos de higiene bucal que ajudam a eliminar a placa bacteriana e as bactérias causadoras do mau halito, consulte seu dentista e reveja as técnicas a serem utilizadas em casa.

Além disso, pergunte ao dentista quais produtos de higiene bucal você poderia usar para ajudar a combater o mau halito (creme dental antibacteriano com fluor, enxaguante bucal, raspadores de língua e escovas interdentais.

O segredo de uma boca limpa e saudável é a higiene bucal feita em casa regularmente de acordo com as instruções e recomendações do dentista.

 

mau halito2

 10 Dicas para Evitar o Mau Halito

Há muito tempo, o homem queixa-se do mau halito, termos usados ​​para descrever um odor desagradável exalado visivelmente na respiração.

Todos sabem que alguns alimentos, como cebola e alho, causam um hálito desagradável, entretanto a verdade é que o mau halito causado por esses alimentos é temporário.

Por sua vez, uma das causas da halitose mais persistente é a presença de restos alimentares na cavidade oral, uma vez que a presença de restos de alimento na boca cria um terreno fértil para o desenvolvimento das bactérias que podem causar o mau halito. Outras causas podem incluir má saúde bucal, limpeza inadequada de próteses, doença periodontal, bem como o fumo. 

 

mau halito

 

Dito isso, ficam aqui as 10 dicas para evitar o mau halito:

  1. Escove os dentes e utilize o fio dentário após as refeições para eliminar qualquer resto alimentar da cavidade oral.
  2. Quando escovar os dentes, também escove a língua, para promover a eliminação de restos alimentares e de bactérias presentes na mesma.
  3. Faça consultas regulares ao dentista para evitar problemas gengivais, corrigir possíveis restaurações defeituosas e detectar novas cáries.
  1. Estimule a produção de saliva, por exemplo, mascando uma pastilha sem açúcar.
  2. Se possuem a boca seca, bebam água. Essa dica é básica, mas há quem esqueça de beber água. Aproveite e durante a ingestão de água faça um bochecho, assim você poderá eliminar qualquer resto de alimento que possa estar presente na cavidade oral.
  3. Evite consumir enxaguantes bucais que possuam álcool. Eles apenas mascaram temporariamente a halitose. Podem, em vez de ajudar, piorar a situação, já que tendem a secar a boca.
  4. Comer vegetais como cenoura crua, maçã ou outros alimentos fibrosos é uma boa dica, pois essa manobra contribuirá para remoção da placa bacteriana da superfície dentária.
  5. Pare de fumar. Alcatrão e nicotina podem acumular-se na superfície dos dentes e língua e também podem secar a boca e inibir o fluxo de saliva.
  6. A clorofila é um purificador natural da respiração e é encontrado em vegetais de folhas verdes, como salsa. Por isso, tens aqui mais um motivo para comer vegetais de folhas verdes.
  7. Para diminuir o mau halito oriundo do excesso de bebida ou do cigarro, procure bocheche três vezes ao dia com água e limão (sem açúcar ou dietéticos). O limão tem ácidos que anulam os odores típicos dessas substâncias.

Salientamos que o compromisso do CONTROLE DO HÁLITO está em promover com eficácia o diagnóstico, prevenção e tratamento do mau halito.

 

 

  FALE CONOSCO                                    

  Rua. Antonio de Couros, 397    

  Tel: 3932 5354  3931 9400

   Sitewww.dragiselaborin.com.br

Comments are closed.