dentes brancos
Meus DENTES não são mais BRANCOS! E agora?
07/06/2018
dentes do siso
Cuide do seu DENTE do SISO aqui!
12/06/2018
Mostrar todos

A DENTIÇÃO do bebê!

dentição do bebê

Quem não se rende aos encantos de um sorriso banguela de um bebezinho? Vamos saber mais sobre a dentição do bebê?

Os pequenos permanecem sem dentição até aproximadamente os 6 meses, período onde normalmente começam a surgir os primeiros dentinhos.

dentição do bebê

Ao todo são 20 os dentes de leite que completam seu nascimento por volta dos 3 anos.

Os dentinhos podem crescer na seguinte ordem:

  • 6-12 meses: dentes incisivos inferiores;

  • 7-10 meses: dentes incisivos superiores;

  • 9-12 meses: dentes laterais superiores e inferiores;

  • 12-18 meses: primeiros molares superiores e inferiores;

  • 18-24 meses: caninos superiores e inferiores;

  • 24-30 meses: segundos molares inferiores e superiores.

Os dentes incisivos cortam os alimentos, os caninos servem para furar e rasgar os alimentos e os molares para esmagar os alimentos e a ordem de nascimento ocorre segundo as alterações que ocorrem na introdução dos alimentos do bebê.

A erupção dos dentes do bebê causam dor nas gengivas e inchaço provocando dificuldade para comer, o que leva o bebê a babar muito, colocar na boca os dedos e todos os objetos que ele vê pela frente, além de chorar e ficar irritado facilmente. A paciência é primordial nessa fase.

Além disso, a erupção dos primeiros dentes do bebê pode ser acompanhada de diarreia, infecções respiratórias e febre, que em geral, não está relacionada com o nascimento dos dentes mas com os novos hábitos alimentares do bebê.

Como aliviar o desconforto do nascimento dos dentes?

O frio reduz a inflamação e o inchaço das gengivas, diminuindo o mal-estar, podendo-se aplicar gelo diretamente na gengiva, ou dar ao bebê alimentos frios, como maçã ou cenoura frias, cortadas em formato grande para que não engasgue de maneira que ele consiga segurar, embora isso deva ser feito sob vigilância.

Outra solução pode ser deixar roer um anel de dentição apropriado que se pode comprar em qualquer farmácia.

Ao contrário do que muita gente imagina, os cuidados devem ser tão complexos quanto os cuidados com os dentes permanentes, evitando problemas futuros na dentição que virá posteriormente.

Quando a criança está com 6 anos é normal que se inicie a troca dos dentes de leite por dentes permanentes, além do nascimento dos outros 12 dentes que ainda faltavam para completar a dentição.

dentição do bebê

Mesmo sendo rotineiro, o ideal é que os dentes caiam naturalmente, sem que haja nenhuma intervenção, como a velha prática de amarrar uma linha, pois esta prática pode acarretar inclusive em lesões.

Na Odontologia Integrada Gisela Borin você pode tirar todas as suas dúvidas sobre dentes de leite e dentição permanente dos seus filhos!

Agende a sua consulta.
Endereço: Rua Antônio de Couros, 397 – Freguesia do Ó.
Tel.: (11) 3932 5354 e Whatsapp: (11) 98104 5354.

Comments are closed.